Portal do Governo Brasileiro
Quinta, 29 de Agosto de 2013 às 14:30

Universidade Federal do Rio Grande do Norte assina parceria para gestão de hospitais universitários

assinatura contrato ufrnA Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) assinou na manhã desta quinta-feira, 29, contrato com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) para parceria na administração dos hospitais universitários federais Ana Bezerra e Onofre Lopes e Maternidade Escola Januário Cicco, vinculados à instituição.

A celebração do contrato acontece após a decisão, por parte das universidades, pela adesão à Ebserh. A partir da assinatura é iniciada a implantação de um plano de reestruturação de cada hospital, ação executada de forma conjunta entre a universidade e a empresa.

O plano prevê a adoção de medidas para a recuperação da infraestrutura física e tecnológica, assim como a recomposição do quadro de pessoal, um dos principais desafios da rede. Nos casos em que for identificada a necessidade de contratação de profissionais serão realizados concursos públicos e processos seletivos. Um dos principais objetivos é a reativação de leitos que atualmente encontram-se desativados em decorrência da falta de pessoal.

Para a reitora da UFRN Ângela Maria Paiva Cruz, as unidades vinculadas à UFRN foram fortalecidas com a parceria. "A assinatura deste contrato, a realização de concurso, os repasses para as obras de reestruturação por meio do Rehuf [Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais], tudo isso representa uma nova realidade. Na plenitude dos concursos realizados e das equipes compostas, realmente haverá diferença na competência e na atuação dos nossos hospitais", pontuou.

De acordo com o presidente da Ebserh, José Rubens Rebelatto, os hospitais da UFRN já têm sido objeto de altos investimentos em reestruturação, mas é preciso mais. "Existe a expectativa de que os hospitais, dentro de pouco tempo, venham a fazer uma assistência de excelência com boas estruturas, com gente suficiente, de maneira que possam formar adequadamente os profissionais que o país necessita", afirmou.

Os hospitais universitários administrados a partir da parceria com a empresa continuam subordinados academicamente às universidades, e a prestação de serviços de assistência à saúde permanece integralmente no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).

A Ebserh é uma empresa pública vinculada ao Ministério da Educação criada em 2011 com a finalidade de modernizar a gestão dos hospitais universitários federais. Desde a sua criação, a empresa coordena o Programa de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (REHUF), criado em 2010.

Conheça os hospitais:

O Hospital Universitário Ana Bezerra – O Hospital Universitário Ana Bezerra foi inaugurado em 04 de fevereiro de 1952, construção com recursos do governo estadual e municipal e era denominado Associação de Proteção à Maternidade e a Infância de Santa Cruz. Em 02 de agosto de 1966, com a criação do CRUTAC - Centro Rural Universitário de Treinamento e Ação Comunitária, que tinha como objetivo a extensão da Universidade as cidades interioranas passou a servir como campo de estágio, vinculando-se a UFRN. No ambulatório oferece pré-natal, ginecologia, atendimento pediátrico, puericultura, prevenção do câncer ginecológico, nutrição, clínica geral e assistência odontológica. Na enfermaria tem as especialidades de pediatria, obstétrica e ginecologia (clínica e cirúrgica) e clínica médica feminina. Também possui atendimento de urgência obstétrica.

Hospital Universitário Onofre Lopes – Inaugurado em 12 de setembro de 1909, com o nome de "Hospital de Caridade Juvino Barreto", o HUOL foi instalado em uma antiga casa de veraneio, funcionando inicialmente com 18 leitos. Em outubro de 1935, o hospital mudou o nome para "Hospital Miguel Couto". Em 05 de fevereiro de 1955, é criada a Faculdade de Medicina, tornando-se o hospital o campo das práticas para todos os cursos da área de saúde. Em 1960, a unidade assume a personalidade de hospital escola, integrando-se à UFRN, passando a denominar-se Hospital das Clínicas até novembro de 1984, quando então passou a ser chamado de "Hospital Universitário Onofre Lopes", em homenagem ao criador da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Em média são realizadas 121.669 consultas por ano, distribuídas em mais 24 especialidades médicas e outras não-médicas. No regime hospitalar (internação), são disponibilizados 240 leitos entre clínica médica, clínica cirúrgica e terapia intensiva.

Maternidade Escola Januário Cicco – Em 1926, o Dr. Januário Cicco criou uma Sociedade de Assistência Hospitalar com a finalidade de administrar o Hospital de Caridade Juvino Barreto, hoje Hospital Universitário Onofre Lopes. Logo depois, fundou a Maternidade de Natal cujas obras tiveram início em 1932. Devido à da II Guerra Mundial, o hospital somente começou a funcionar em 1950. Hoje a maternidade escola é referência terciária do SUS e funciona como um campo de ensino e aplicação prática para as profissões da área da saúde, cumprindo um meritório trabalho de ensino, pesquisa e atenção à população pobre.

Assessoria de Comunicação Social da Ebserh

Palavras-chave: Contrato, UFRN, assinatura
© 2014 EBSERH - Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares. Todos os direitos reservados. Usando: Joomla!